Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes: a Compreensão da Equipe Multidisciplinar de Saúde de um Hospital de Alta Complexidade

Elidiane Felix, André Luis da Silva

Resumo


Este artigo pretende discutir a compreensão da equipe multiprofissional de um hospital de alta complexidade acerca do acolhimento institucional de crianças e adolescentes. É resultado de uma pesquisa qualitativa, de nível explicativo, que tem como referência o método dialético-crítico. Participaram do estudo dez profissionais que atuam no Setor Pediátrico daquele Hospital e que estão envolvidos na tomada de decisão em casos que o acolhimento institucional é pensado como uma possibilidade de proteção à criança ou ao adolescente atendido. Os resultados indicaram o desconhecimento da legislação pertinente à essa medida, bem como a fragmentação do trabalho e a responsabilização de algumas categorias profissionais. Conclui-se, a partir dos resultados, a dificuldade de concretizar os avanços legais contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente, do mesmo modo que a fragilização da compreensão da totalidade dos sujeitos atendidos.

Palavras-chave


Atenção Terciária;Criança e Adolescente; Equipe Multiprofissional.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)