Perfil sociográfico de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas

Alexandre da Silva de Paula, Eder Aparecido de Carvalho, Carol Croque, Karoline Rodrigues

Resumo


Este estudo, exploratório-descritivo, caracterizou o perfil sociodemográfico de adolescentes em conflito com a lei, discutindo os fatores de risco para o ato infracional. Os participantes da pesquisa faziam parte de um programa de ressocialização, cumprindo medidas socioeducativas em regime aberto. Os dados foram coletados a partir da análise quantitativa nos prontuários oficiais, elaborados pela equipe multiprofissional de um Centro de Referência de Assistência Social (CREAS). A pesquisa aponta para a iniciação precoce no abuso de drogas e diferenças entre os gêneros, com destaque para o incremento no número de meninas praticando atos infracionais. Em termos da escolarização, observa-se o fracasso escolar e dados preocupantes quanto à evasão. Grande parte dos atos infracionais tem relação com o furto de bens materiais ou tráfico de entorpecentes. A pesquisa apresenta informações que corroboram a literatura especializada no tema, reforçando aspectos de uma realidade social em evidência, que persiste em seus aspectos mais problemáticos.

Palavras-chave


medidas socioeducativas; adolescentes em conflito com a lei; fatores de risco e proteção.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)